Leitura e Escrita Livros

Wrap up de Abril e Maio de 2017

Como referi aqui, deixei de fazer, aqui no blog, reviews a livros porque é algo que não me dá muito prazer. No entanto, quero continuar a falar dos livros que leio, mas de uma forma mais sucinta, por isso nada melhor do que um wrap up. Desta vez estou a juntar os meses de Abril e Maio, por um lado porque fiz reviews até ao fim de Março e só em Maio decidi começar a fazer wrap ups, e depois porque a verdade é que continuei a ler pouco nestes dois meses, por isso fazia todo o sentido juntá-los.

 

É verdade, queixei-me aqui que andava a ler muito pouco, e há uns dias voltei a falar nisso. Estabeleci como objetivo para este trimestre (até ao final de Junho) ler 10 livros, já lá vão dois meses e ainda só li quatro, por isso não se avizinha nada de bom para esse objetivo. O que vale é que vou ter quase duas semanas de férias em Junho, por isso pode ser que dê para recuperar.

 

Também já referi aqui que ando a ler muito mais não-ficção e isso já se nota neste wrap up. 75% desta pequena amostra de livros consiste em não-ficção e parece-me que no futuro próximo vou continuar na mesma onda. Mas vamos lá aos livros lidos em Abril e Maio.

 

The Dip, de Seth Godin

the-dip-seth-godin

[Goodreads] [Amazon] [Bookdepository]

Este livro fala de desistir. Ou melhor, de saber quando desistir. E acredito que este livro é essencial porque é mesmo importante sabermos quando devemos desistir. Porque não, para ser bem sucedido não é preciso levar tudo até ao fim. Há coisas que não fazem sentido, outras que deixam de fazer, outras que até poderiam fazer noutras circunstâncias mas não fazem nas nossas. Quando percebemos e sabemos identificar quais são as coisas que devemos perseguir e quais as que devemos deixar ficar para trás, a vida torna-se automaticamente mais simples e mais fácil. Acho que todos deviam ler este livro, não se vá dar o caso de andarem atrás de algo que não faz sentido. Talvez o melhor seja mesmo desistir.

Mas atenção: no post de ontem disse que às vezes apetece desistir. Não é desse desistir que se fala neste livro. Esse desistir chama-se auto-sabotagem e temos de combatê-lo. Desistir das coisas importantes não vale, OK?

 

Daring Greatly, de Brené Brown

daring-greatly

[Goodreads] [Amazon] [Bookdepository]

Já tinha ouvido falar tanto deste livro. Neste caso ouvi o audiobook e gostei muito. Já tinha comprado o audiobook há algum tempo, mas só depois de me ter decidido a ver as duas TED talks da autora é que finalmente decidi avançar para o audiobook (por vezes custa-me ouvir os audiobooks que compro porque, como sabem, ouço muitos podcasts e ouvir audiobooks rouba tempo aos podcasts).

Este livro fala da importância de ser vulnerável. Esta citação do livro resume bem a mensagem que a autora tenta passar:

Vulnerability is the birthplace of love, belonging, joy, courage, empathy, and creativity. It is the source of hope, empathy, accountability, and authenticity. If we want greater clarity in our purpose or deeper and more meaningful spiritual lives, vulnerability is the path.

Quero ouvir este livro novamente, mas quero tirar notas enquanto o faço. Como já sabem, tenho tirado notas principalmente quando leio não-ficção, mas como li este em formato de audiobook – enquanto arrumava a cozinha, preparava o jantar, treinava, dava as minhas caminhadas e conduzia – não consegui tirar notas. Mas ainda quero sentar-me em frente ao portátil e tirar notas enquanto volto a ouvi-lo. Quando o fizer podem esperar um post mais aprofundado porque este livro merece.

Entretanto estou a planear ler o “The Gifts of Inperfection” da mesma autora ainda no mês de Junho.

 

Tribes, de Seth Godin

tribes-seth-godin

[Goodreads] [Amazon] [Bookdepository]

Outro livro do Seth Godin, este sobre liderança e inovação e como fazer ambas as coisas. Na verdade, estive quase para dar uma classificação mais baixa a este livro porque passei a leitura quase toda a pensar que o livro não era muito prático e que faltava quase que uma secção de instruções de como fazer. Só quando cheguei ao final é que percebi porque é que assim é e porque faz todo o sentido. Se quiserem saber também, aconselho que leiam este livro.

 

Percy Jackson and The Lightning Thief (Percy Jackson and the Olympians, livro #1)

percy-jackson-lightning-thief

[Goodreads] [Amazon] [Bookdepository]

O que dizer sobre este livro? Talvez começar por dizer que demorei três meses a lê-lo. Sim, três meses. Sim, é uma vergonha. O livro nem é tão grande como isso. O problema é que como comecei a ler mais não-ficção, passei a ler ficção apenas quando vou para a cama, até porque esse é um momento em que não dá muito jeito ler não-ficção: não dá jeito tirar notas, estamos quase a adormecer e tal. O problema é que quando trabalhas 8, 9 ou 10 horas por dia e outras 3 ou 4 horas por dia nos teus próprios projetos, e ainda por cima estás a regressar aos treinos regulares, acabas por chegar à cama sempre mais para lá do que para cá e são muitos os dias em que nem uma página consegues ler.

Por causa da leitura lenta que fiz, sinto que não tenho as melhores condições para avaliar criticamente este livro. É um livro que andava ansiosa para ler há bastante tempo e gostei mas não me encantou. Vou brevemente apostar no segundo livro da série e tentar lê-lo mais rápido para poder ter uma opinião mais substanciada.

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply

    %d bloggers like this: