Happiness Project 2018

happiness project 2018

 

Ver aqui como este projeto começou.

Ouvir aqui o episódio do podcast Officina sobre este assunto.

Se também quiseres fazer o teu Happiness Project, podes juntar-te ao grupo do Facebook aqui.

 

O meu Happiness Project 2018

 

Manifesto de Felicidade

 

Do que é que eu preciso para ser feliz?

Para ser feliz, preciso de viver alinhada com os meus valores. Preciso de viver com propósito e de agir com intenção.

Para ser feliz, preciso de causar impacto. Preciso de ajudar os que me rodeiam a viverem vidas melhores, mais completas, mais felizes.

Para ser feliz, preciso de ser eu própria, sem medo daquilo que os outro vão pensar, preciso de ouvir a minha intuição e de ser livre de agir em conformidade com o que ela me pede.

 

Pequenas grandes coisas que me fazem feliz

  • Caminhar
  • O mar
  • Café pela manhã
  • Rir
  • Dançar
  • Pequenos almoços demorados
  • Os abraços do R.
  • Pessoas de quem gosto
  • Pessoas que me inspiram
  • Livros
  • Aprender coisas novas
  • Viajar

 

happiness project 2018happiness project 2018happiness project 2018

Mandamentos – Os meus mantras

 

1 – Vou ser agressivamente e autenticamente Eu

2 – Não me vou preocupar com o que os outros pensam nem com as suas expectativas

3 – Não vou ter medo de partilhar a minha criatividade

4 – Vou ser menos exigente comigo própria

5 – Vou dar-me mais tempo para descansar

6 – Vou focar-me num grande projeto de cada vez

7 – Vou acreditar que tenho coisas para ensinar aos outros

8 – Vou focar-me em causar impacto na vida das pessoas

9 – Equilíbrio e alinhamento acima de tudo

10 – Vou focar-me naquilo que está verdadeiramente relacionado com a minha missão

11 – Vou nutrir o meu corpo de forma a que ele represente a pessoa que me sinto por dentro

12 – Vou ser feliz todos os dias

 

 

Segredos da idade adultaO que aprendi da pior maneira

 

Ninguém perde tempo a pensar em ti nem nas tuas decisões, ninguém está preocupado com a tua vida. Vive-a por ti.

Se não te preocupares com a tua felicidade, ninguém mais se vai preocupar.

A única coisa que podes controlar é a tua reação.

Preocupa-te mais com o teu alinhamento interno e menos com aquilo que é esperado de ti.

Nem todos vão entender. Não faz mal.

Só é possível seres feliz se mantiveres o foco no processo e não no destino.

Ser feliz é um estado de espírito, é um trabalho contínuo, não é um destino final.

A linha da meta está sempre a avançar, isso é apenas natural e faz parte da tua evolução enquanto pessoa.

Falhar é aprender.

É importante comunicar mais, mesmo nos assuntos difíceis. É a falar que nos entendemos.

Comer porcarias dá prazer momentâneo, não traz felicidade.

Age como se já fosses quem queres ser. Porque já és!

Se não atribuires uma data limite aos teus projetos, eles vão continuar a arrastar-se indefinidamente.

És capaz de muito mais do que imaginas ser capaz.

A tua intuição está sempre certa e sabe sempre o que fazer, mas precisas de momentos de silêncio para a conseguires escutar.

O passado está no passado, não define o presente nem determina o futuro.