Leitura e Escrita Livros

Crítica – The Martian de Andy Weir

The-Martian

[Goodreads] [BookDepository]

Título: The Martian
Autor: Andy Weir
Editora: Crown Publishing Group
Género: Ficção científica
Ano de publicação: 2011

Classificação:

5stars

The Martian conta a história de um astronauta, Mark Watney, que se encontra numa missão na superfície de Marte. Ao sexto dia da missão há uma enorme tempestade, a equipa tem de abandonar a missão e deixar Marte o mais rapidamente possível. Quando estão prestes a partir, Mark é atingido por um detrito arrastado pela tempestade, o seu fato espacial é perfurado e o resto da equipa pensa que ele está morto e segue caminho. Só que, por um qualquer milagre, Mark está vivo e agora tem de sobreviver em Marte até à próxima missão: daí a 4 anos.

Este foi o penúltimo livro que li em 2015 e foi directamente para número 1 dos meus preferidos desse ano. Este é um livro absolutamente brilhante. Muito forte em ciência, pois Mark tem de fazer valer os seus conhecimentos para conseguir sobreviver, tudo no entanto é muito bem explicado ao leitor. Sem ir demasiado ao pormenor, o que poderia tornar-se aborrecido, tudo é explicado de forma a que qualquer um compreenda o que se está a passar. O comum dos mortais que não sabe muito de ciência pode não perceber a reacção exacta que está a acontecer a dado momento, mas compreende o suficiente para que tudo faça sentido e para que consiga visualizar a cena. No entanto, a melhor parte deste livro para mim foi a comédia. Mark é uma personagem cativante, com a qual não conseguimos deixar de simpatizar. É inteligente, consegue manter a calma em praticamente qualquer situação, e tem um sentido de humor hilariante. Não é todos os dias que estou a ler um livro e volta e meia dou uma gargalhada daquelas bem dadas. Aconteceu-me diversas vezes com este livro. É impossível não gostar de Mark e ficamos muito rapidamente a torcer para que ele consiga sobreviver à situação inacreditável em que se encontra.

A forma como o livro está escrito, é também ela própria brilhante. A maior parte do livro está escrito na forma de diário de Mark enquanto em Marte, em que ele descreve na primeira pessoa aquilo que está a viver e tudo o que tem feito para conseguir sobreviver durante os 4 anos seguintes. A certa altura (mais ou menos quando pensamos que todo o livro vai ser nesta perspectiva) começamos a ler algumas cenas passadas na Terra e na nave onde se encontra a equipa que deixou Marte. Daí para a frente, há um equilíbrio muito bom entre as diversas perspectivas. No entanto, para mim, as melhores partes continuam sempre a ser as do diário de Mark.

O livro é extremamente viciante, estamos constantemente a torcer para que Mark consiga sobreviver, mas ao mesmo tempo a pensar “Não, é impossível, ele nunca vai conseguir”. Ao longo de todo o livro, permaneci numa ansiedade constante de saber o que iria acontecer a seguir, como já há muito não me acontecia com um livro.

Recomendo este livro a todos, mesmo a quem habitualmente não gosta muito de ficção científica (que é meu caso). Apesar da forte componente científica deste livro, esta acaba por ficar para segundo plano face à situação em que Mark se encontra e o humor da personagem principal vale por si só.

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply

    %d bloggers like this: