Eu e as minhas histórias Livros

Crítica #8: Amy and Roger’s Epic Detour de Morgan Matson

amy-and-roger

[Goodreads] [BookDepository]

Título: Amy and Roger’s Epic Detour
Autor: Morgan Matson
Editora: Simon & Schuster
Género: Romance contemporâneo juvenil
Ano de publicação: 2010

Classificação:

4-5stars

Deixem-me começar por dizer que adorei este livro. É completamente a minha praia!

Agora a descrição: trata a história de uma viagem que dois adolescentes fazem (ela vai para o último ano do secundário, ele vai para o segundo ano da faculdade) para levar um carro de uma costa à outra dos Estados Unidos da América. Ou seja: roadtrip! Não, eles não fazem a Route 66 (já ninguém faz a Route 66!), e vão decidindo pelo caminho por onde querem ir e onde querem parar. Apesar de serem personagens muito diferentes, ambos têm bagagem no seu passado recente com a qual têm de lidar e algumas das situações vão fazê-los aproximar-se, mesmo que no início da viagem mal se conhecessem e apenas tivessem acabado a fazer aquela jornada juntos por força das circunstâncias.

Mais uma vez: eu A-DO-REI este livro. Para começar, sou adepta incondicional de roadtrips (principalmente nos EUA). Infelizmente ainda só fiz uma, mas foram as melhores férias da minha vida e já tenho outras quantas planeadas para os próximos anos (sim, eu planeio as minhas viagens com muito tempo de antecedência). Por isso adoro ler sobre roadtrips e definitivamente tenho de pesquisar mais alguns livros com relatos de roadtrips para tratar de os adquirir. Para além disso, adoro romances contemporâneos bem escritos e este é um deles. Já tinha ouvido falar que a Morgan Matson era a rainha do romance contemporâneo juvenil e de facto esta história está muito bem conseguida. Fiquei com muita vontade de ler mais livros dela.

Achei os dois personagens principais complexos, coisa que por vezes fica um pouco aquém na literatura juvenil (principalmente nos romances). Aqui, ambos têm profundidade, antecedentes complexos e as suas atitudes estão perfeitamente de acordo com aquilo que têm sido as suas vidas até ao momento. Uma vez que é um romance, penso que não haverá problema em dizer que os dois personagens se apaixonam, e também isso é aqui muito bem feito. Não há amor à primeira vista nem sequer passarem umas horas juntos e pumbas, estão apaixonados. Não, a coisa é feita lentamente, como deve ser, de forma gradual, e a história convence, não parece nada estranho que aqueles dois jovens se apaixonem.

A descrição dos sítios por onde eles vão passando é absolutamente deslumbrante. Deu-me vontade de conhecer todos os lugares do livro que ainda não conheço e de regressar aos que já conhecia. Morgan Matson fala de lugares já bem conhecidos dos Estados Unidos mas também aproveita para falar de outros de pouca gente terá ainda ouvido falar, principalmente quem não vive naquele país. Gostei particularmente da descrição da “loneliest road in america” (a Route 50) e gostava de um dia fazer uns quilómetros por lá.

Recomendo muito este livro a todos que gostam de roadtrips, a quem nunca fez uma mas gostava de ter uma ideia de como é, a quem gosta de ler sobre lugares diferentes e pouco conhecidos e a todos que gostam de um bom romance contemporâneo.

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply

    %d bloggers like this: