Crítica #5: Ready Player One de Ernest Cline

ready-player-one

[Goodreads] [BookDepository]

Título: Ready Player One
Autor: Ernest Cline
Editora: Crown Publishers
Género: Ficção científica
Ano de publicação: 2011

Classificação:

4stars

A história de Ready Player One passa-se num futuro próximo em que a maior parte da população passa quase todo o seu tempo num jogo de realidade virtual. Trabalham dentro do jogo, vão para a escola dentro do jogo e criam relações dentro de jogo com pessoas que nunca viram na vida real. Quando o criador desse jogo morre, que como podem imaginar é dono de uma enorme fortuna, é lançado um vídeo a anunciar que ele deixou no jogo uma espécie de caça ao tesouro e que quem encontrar o “easter egg” será o herdeiro do todo o seu império e fortuna. Após a transmissão do vídeo, logo se forma uma enorme comunidade de caçadores que têm como objetivo de vida encontrar o ovo, e o nosso personagem principal, Wade, é uma dessas pessoas. Tudo isto é descrito ainda no primeiro capítulo e no segundo saltamos logo 5 anos no tempo. E apesar de ainda ninguém ter encontrado nenhuma pista para a localização do ovo, continua a existir um enorme número de pessoas que ainda não desistiu de o encontrar. A história arranca realmente quando Wade encontra a primeira pista e passa a ser a pessoa mais próxima de herdar a fortuna.

A história deste livro é extremamente empolgante. Desde o momento em que Wade descobre a primeira pista que se vão sucedendo momentos de ação e de algum suspense que nos fazem querer continuar a virar a página. Por vezes senti-me frustrada com algumas atitudes do personagem principal mas nada de muito incomodativo.

Um dos aspetos mais interessantes e mais publicitado deste livro é a inclusão de uma enorme quantidade de referências dos anos 80. O autor do jogo era obcecado com os anos 80, por isso todas as pistas que levam à descoberta do ovo estão relacionadas com filmes, jogos ou músicas dos anos 80. Como isto era um facto conhecido em relação ao autor, todos aqueles que passaram a dedicar a sua vida à caça do ovo estudaram a fundo tudo o que se relaciona com os anos 80. As referências ao longo do livro são imensas, imagino que muito mais do que aquelas que eu consegui detetar, uma vez que apesar de ter nascido exatamente a meio da década de 80, não sou nenhuma especialista na matéria. Houve muitas referências a jogos e algumas a filmes que me passaram totalmente ao lado. Ainda assim, senti a nostalgia em relação aos anos 80 que o livro tenta imputar. Quando recomendei o livro a uma pessoa muito mais versada na cultura dos anos 80 do que eu, essa pessoa leu o livro em 2 dias, por isso se houver por aí fans desta década, recomendo mesmo muito que leiam este livro, não se vão arrepender.

É sem sombra de dúvida um livro que vale muito a pena, mesmo para quem não é normalmente muito fã de ficção científica, como é o meu caso. Além do mais, recomendo que leiam o livro antes do filme, que está previsto sair em 2018 e está a ser realizado por nem mais nem menos do que o fantástico Steven Spielberg.

Leave a Reply