#2/100 – Parar para pensar na pessoa que és

 

Cada vez mais me surpreendo com a forma como as pessoas mudam, como eu própria mudo. Sempre achei que me conhecia muito bem. E se calhar até conhecia, mas hoje em dia estou uma pessoa diferente. Sou diferente do que era há um ano, mas tão diferente que até eu fico chocada. E no fundo, sou a mesma pessoa. Nada mudou na minha personalidade, nos meus valores. Mudou a forma como perceciono a realidade. Mudou a forma como reajo a certos acontecimentos e situações. Mudou aquilo que quero para a minha vida. E surpreende-me que só depois dos 30 anos tenha conseguido aperceber-me de algumas coisas. Coisas que tomava como garantidas e que agora ponho em causa. E outras que nunca consideraria e hoje sei como certas.

 

Hoje vejo que precisamos de parar com regularidade e olhar com atenção para as nossas vidas. Pensar se estamos realmente como queremos ou se precisamos de redirecionar o nosso caminho. Pode nem ser uma mudança muito grande, às vezes basta ajustar umas coisas aqui ou ali. Outras vezes pode ser uma volta de 180º e o sítio aonde vamos parar é aquele que nunca imaginámos que pudéssemos ocupar. Muitas vezes vivemos as nossas vidas em piloto automático. Vamos sempre em frente sem parar para pensar se realmente estamos a ir na direção desejada. E depois, quando damos por ela, passaram-se dezenas de anos e não alcançámos nada daquilo que realmente, lá no fundo, queríamos.

 

Por isso para, pensa e reavalia, com frequência e com cuidado. Ouve o sussurro da tua intuição e segue o caminho que te fizer mais feliz.

 

 

(Podem ver aqui como este desafio começou)

 


 

Para receberes o ficheiro PDF com o teu marcador de revisão subscreve por e-mail a Newsletter Deixa Ser.

(Também não gosto de SPAM, por isso prometo que só vou enviar conteúdo interessante)

 

Leave a Reply