#13/100 – Viagens de trabalho

 

Viagens de trabalho. Essa coisa que no início é maravilhosa mas depois começa a cansar. São ótimas quando consegues acoplar uns dias de férias e até aproveitas para ficar a conhecer o local para onde vais e para descansar um pouco. Caso contrário, são uma chatice. Vais e voltas e as únicas coisas que vês são o hotel, o sítio onde vais trabalhar (empresa, centro de congressos, ou por vezes até só o tal hotel) e um ou outro restaurante. Vais com pessoas com as quais não estás completamente à vontade, por vezes mesmo chefes com quem tens de ser formal. Com sorte ainda vais ter de fazer uma apresentação em público ou ter uma reunião importante e andas em stress até despachar a coisa.

 

Mas como o que se pretende é tender cada vez mais para uma prática regular de atitude positiva, vamos lá ver também as aspetos positivos. Passas mais tempos com os colegas (e mesmo com o tal chefe) por isso tens a oportunidade de criar laços mais fortes que mais tarde podem ser importantes. Andas a tentar aprender a lidar com o stress e por isso não te passas tanto como é habitual quando te pedem alterações ou coisas adicionais em cima da hora. Pões-te à prova preparando a dita apresentação ou reunião o melhor que podes e depois fazes um brilharete na hora da verdade. Aproveitas os jantares com as tais pessoas com quem não estás tão à vontade para as conheceres melhor. Nesses jantares não falas de trabalho nem da apresentação do dia seguinte, mas de livros, filmes, música e viagens. Quando regressas voltas para quem gosta de ti e com quem consegues estar completa a totalmente à vontade. E a primeira coisa que fazes é dar um abraço muito forte

 

 

(Podem ver aqui como este desafio começou)

 


 

Para receberes o ficheiro PDF com o teu marcador de revisão subscreve por e-mail a Newsletter Deixa Ser.

(Também não gosto de SPAM, por isso prometo que só vou enviar conteúdo interessante)

 

Leave a Reply